23 de mai de 2010

Atraídos pela qualidade de vida

Essa matéria foi publicada no jornal Correio de Uberlândia neste domingo, 23 de maio, e fui uma das personagens, graças ao meu amor pela cidade onde vivo. Por isso resolvi compartilhar. O autor da reportagem é Marcelo Calfat, um jovem e competente jornalista da cidade.



Caminhar entre o verde do Parque do Sabiá, passear com o cachorro, apreciar os dias de céu azul, conviver com uma poluição quase imperceptível e chegar com rapidez a qualquer ponto da cidade. Situações que passam despercebidas pelos uberlandenses fazem diferença para quem vivia em grandes centros urbanos. Por outro lado, pessoas que vêm de pequenas cidades se encantam com as opções de comércio, de lazer, de escolas e com o espírito progressista.
Os uberlandinos — termo criado pelo jornalista Luiz Fernando Quirino para denominar as pessoas nascidas em outras localidades e que escolhem Uberlândia para viver — aprovam a qualidade de vida que a cidade oferece.
“O tom de azul do céu, visto daqui, é impressionante, belíssimo. Já visitei 19 países e nunca vi nada igual”, disse o acupunturista e massoterapeuta Marco Antônio Gonçalves da Cruz, que há cinco meses deixou São Paulo para morar em Uberlândia. Para ele, a facilidade no trânsito e o contato com a natureza fazem com que a vida seja ainda melhor.
“Você se desloca 10 minutos e se depara com lugares muito tranquilos e vivencia a natureza de uma forma muito especial. Com a vida daqui ganhei mais tempo para mim. Hoje faço ginástica, caminhada, ando de bicicleta. Coisas que eu não fazia em São Paulo.”
A empresária Maria Cristina Mesquita Ribeiro Brunckhorst também trocou a capital paulista por Uberlândia. "Por ser uma cidade menor, tudo fica mais fácil. Por isso, temos como aproveitar melhor nosso tempo. Gosto de morar aqui principalmente pela qualidade de vida dos meus filhos", disse. Para ela, apesar do desenvolvimento, com universidades, empresas de grande porte e variedade no comércio, o espírito de cidade pequena contagia. Segundo ela, um conjunto de fatores torna a cidade única: “Segurança, qualidade e custo de vida, praticidade e as oportunidades que ela nos propicia”.

Migrantes demonstram admiração

Pessoas que saíram de cidades menores do que Uberlândia também se apaixonaram pela vida na “terra fértil”. A jornalista Adriana de Faria e Sousa, natural de Franca (SP), é um exemplo. “Vim para cá há 16 anos e sei até o hino [do Município] de cor. Amo caminhar pela cidade acompanhada da Bella, minha cachorra. Gosto de ir às praças, ao Parque Linear [do rio Uberabinha], que acho maravilhoso, andar no campus Santa Mônica. Uberlândia é a minha casa. Mais até que Franca. Quando alguém me pergunta de onde eu sou, fico sempre confusa na hora de responder. Nasci em Franca, mas sou de Uberlândia.”
A comerciante Vandeci Pita Vieira nasceu no arraial de Tuiutinga, no município de Guiricema, na Zona da Mata de Minas, e morava em Guidoval, na mesma região, antes de se mudar para Uberlândia, há oito anos. Ela diz ter se encantado com a cidade. “Eu amo morar aqui. É uma cidade muito bonita, arborizada, com muitas áreas de lazer, escolas e faculdades. É um lugar que tem tudo. É muito animado e bem organizado.”

Lugares apreciados

Parque do Sabiá
Praia Clube
Campus Santa Mônica
Parque linear do rio Uberabinha
Bairro Fundinho
Barzinhos
Center Shopping
Barraquinhas de igrejas

Diferenciais

Céu azul
Tranquilidade
Arborização
Contato com a natureza

6 comentários:

PedroFantini disse...

Olá Adriana, estava lendo matérias sobre nossa querida cidade e encontrei seu blog novamente, você tem razão Uberlândia é mesmo tudo isso, muitas vezes não nos damos conta dos tesouros que temos aqui, mas, basta dar uma saidinha visitar outras cidades e fica impossível não comparar!

sheila val disse...

Olá Adriana

Vou prestar um concurso em Uberlândia e caso consiga a vaga, terei que me mudar de SP para esta cidade. Qual bairro você indicaria para locação de imóvel? Se houver outras dicas agradeço....

Adriana Sousa disse...

Oi Sheila. Depende muito de onde você vai trabalhar. O bairro Santa Mônica é maravilhoso, tem padrões de moradia para todos os bolsos e fica perto de tudo. Tem o Vigilato Pereira, Saraiva… Procure no site de algumas imobiliárias: Delta, Arantes, Multi. Vai encontrar algo.

Vanessa Almeida disse...

Olá Adriana vou prestar um concurso agora em Setembro em Uberlândia, e caso eu consiga vou me mudar de São Paulo com minhas duas crianças. Você pode me indicar um bairro bom com preços acessível e que seja bom pra crianças por favor.

Muito obrigado.

Adriana Sousa disse...

Oi Vanessa. Acho que vale a sugestão que dei para a Sheila. Depende do seu poder aquisitivo. Há condomínios fechados bacanas, há bairros interessantes. Gosto do Santa Mônica, Alto Umuarama, Karaíba (mas são bairros mais caros). Tem algumas áreas novas, como Novo Mundo, Jardim Botânico. Tem muita opção de aluguel. Consulte antes os sites das imobiliárias. Um abraço e boa sorte.

eron monteiro disse...

olá pessoal, meu nome é Eon Monteiro de Souza, moro em BH, sou profissional de bombeiro hidráulico em geral e estou cursando faculdade de engenharia de produção, gostaria de saber de vocês que conhecem a cidade de Uberlândia para falar sobre empregos, custo de vida, qualidade de vida, aluguéis de casa ou AP, obrigado pelo espaço