27 de ago de 2011

Parabéns Uberlândia!

Amanhecer no Parque do Sabiá, meu lugar
favorito em Uberlândia
Nessa semana a gente comemora o aniversário de Uberlândia. Mais que um feriado, é um dia especial para quem ama a cidade. É tempo de pensar no lugar onde vivemos com carinho, mas também com uma visão crítica. Há momentos em que vejo a cidade sob o prisma da expressão "Belíndia", criada há alguns anos por um economista para referir-se ao cenário da distribuição de renda no Brasil. Uma místura de Bélgica, desenvolvida, e de Índia, permeada pela pobreza.
Temos uma cidade rica, pujante, bairros se desenvolvendo, empresas chegando, universidades onde se faz pesquisa de ponta, hospitais, espaços de lazer. Mas temos muita violência urbana, trânsito tumultuado, pessoas entupindo corredores da saúde pública, drogas, falta de educação, miséria que se esconde em bairros da periferia mas que se vê pelas ruas na madrugada.
Admiro a capacidade de gerar riqueza de nossos empresários. Admiro a forma de gestão da atual administração pública. Uberlândia tem uma estrutura urbana invejável, qualidade de vida, espaços como o Parque do Sabiá onde se pode aproveitar gratuitamente uma bela expressão da natureza.
Mas critico a falta de educação de nossos motoristas, que invadem os corredores de ônibus e matam pessoas, que furam sinais vermelhos impunemente. Critico a falta de investimento em projetos culturais. Critico uma geração que cresce sem gostar de ler, sem desenvolver o senso crítico, a capacidade de questionar. Critico politicos que administram em causa própria. Critico o desperdício.
Viver em um lugar é efetivamente fazer parte dele de alguma maneira. É ser cidadão. É fazer o que nos cabe, na tentativa de transformar a cidade em um lugar cada vez melhor.
Parabéns Uberlândia, pelos seus 123 anos. Com qualidades (muitas) e problemas (alguns), essa é uma cidade excelente para viver e ser feliz!

Um comentário:

Maurity Cazarotti disse...

Tenho esse sentimento como Uberlandense (com U maiúsculo) e acho que nossa cidade tem uma coisa que muitas não tem... pessoas como você, que se agregaram a ponto de ser UBERLANDINO!