14 de ago de 2010

Gente do bem


Normalmente a gente não presta muita atenção, mas tem muita gente boa nesse mundo. Basta olhar em volta. Não precisa de data especial nem de campanha na televisão, tem gente que simplesmente nasceu para ser do bem. Seja para cuidar da natureza, dos animais ou de outras pessoas, sempre tem alguém preocupado em fazer o mundo de alguém melhor. Claro que nem tudo é cor de rosa com bolinha branca e existe muita maldade aí fora também, mas quero falar de gente do bem, expressão muito usada por um grande amigo e que já deu nome para um programa de TV, apresentado por outro amigo especial.
Para falar de gente do bem, acredito que mostrar exemplos é uma forma legal. Vou começar pelos meus vizinhos, um casal de gente muito bacana, que abriu mão de sua privacidade e do seu espaço para cuidar de outra pessoa. A irmã da minha vizinha sofreu um derrame e precisa de cuidados durante 24 horas. Eles adaptaram a casa (que é pequena, do tamanho da minha) e construíram um quarto especial, com o objetivo de abrigá-la. A senhora recebe cuidados o dia todo, mas o que mais chama minha atenção é que eles passeiam com ela diariamente. É comum chegar em casa e ver o casal passeando com a senhora na cadeira de rodas, ao lado do Choquito, o cachorro da família. Já me acostumei a vê-los todos os dias, no fim da tarde, levando-a para passear. Parece-me que eles fazem isso com amor, pelo menos eu percebo isso. Uma vez, parei para conversar e disse a eles o quanto os admirava. A mulher da cadeira de rodas, mesmo sem comunicar-se externamente, sorriu para a gente. Ela entende o carinho e os cuidados que recebe.
Gente do bem também cuida de bicho. Tem muitas pessoas na cidade que estão travando uma verdadeira luta pela posse responsável de animais. Pessoas que acolhem bichos que sofrem maus tratos, levam para casa, cuidam e procuram um novo lar para o bicho. E nessa onda, proprietários de pet shops estão fazendo trabalhos voluntários e tratando desses bichos, dando abrigo, remédios, tratamento sem cobrar nada. Quando os bichos melhoram, procuram um lar para eles. É muito legal ver que ainda tem gente que se sensibiliza, mesmo que do outro lado haja gente que abandona bicho.
Tem gente boa que cuida da natureza. Tenho um amigo que planta árvores numa área de reserva ambiental, que fica em frente a um terreno onde ele pretende morar um dia. Árvores de flores, frutíferas, frondosas. Ele também semeia plantas, flores e cores nas margens de um córrego, próximo a uma pequena cascata cuja música enche os ouvidos. Ele faz isso por querer deixar a área mais bonita, não apenas por ele, mas por todos os que moram na vizinhança.
Gente do bem também é gente criativa, que adora o que faz e transmite energia em tudo. Sou professora e nessa semana fui surpreendida positivamente pela apresentação de um aluno. Pedi uma apresentação para revisar conceitos vistos no semestre passado. Este aluno, que tem um ótimo astral e uma energia muito boa, superou minhas expectativas. É um menino que trabalha desde cedo, muito responsável, criativo e que com certeza um dia será um excelente profissional.
Uberlândia está cheia de gente do bem. Gente que faz campanha no twitter para a reforma da casa de uma pessoa pobre. Gente que abriga crianças com deficiências físicas e mentais. Gente que pega cachorro abandonado e cuida. Gente que planta árvores e cuida da natureza. Gente que faz muito em troca de sorrisos, de lambidas, de vento de árvore no rosto. Palmas para esta gente!

A marca que dá título a esse blog foi publicada no blog http://mnoleto.com.br/tag/visual-identity/  do designer gráfico Marco Noleto

Nenhum comentário: